segunda-feira, dezembro 19, 2005

Despedida

O sofrimento de ver uma pessoa que amamos partir não é nada comparado com a dor dessa pessoa de sentir a própria vida minguar, tendo que se despedir definitivamente de tudo que ama, sentindo medo, tristeza e solidão. Mas todos sofrem juntos da mesma sensação de impotência.

Por essas e outras que eu não consigo acreditar em Deus.

3 Comments:

Anonymous Comediante said...

Que pessimismo, Alessandra. Nunca te ocorreu que talvez só se despeça “definitivamente de tudo que ama, sentindo medo, tristeza e solidão” aquele que não acredita em Deus?
Feliz Natal.

4:02 PM  
Blogger Alessandra said...

Comediante, acontece que fé é como o Fiat Stylo: ou você tem, ou você não tem. Eu não tenho e fingi-la não ajuda nada. Ao contrário do que se diz, não acho que seja uma questão de escolha. Mas eu sobrevivo mesmo assim e consigo ser feliz a pesar disso.

6:54 PM  
Blogger Alex said...

ateia? lindo. :)

6:33 PM  

Postar um comentário

<< Home