terça-feira, fevereiro 14, 2006

Ao meu amor de sempre

Aproveito esse Valentine´s Day para fazer uma declaração de amor.

Amo profundamente, um amor antigo. Não foi um amor realmente à primeira vista, acho que não. Não poderíamos nos entender, então. As coisas ainda não fluíam, não havia a identificação imediata, o diálogo fácil, nenhum suspiro. Mas já havia a curiosidade, a sensação de que ali havia um mistério imenso no qual valia a pena penetrar.

Aos poucos, surgiu uma amizade. Rimos juntas, choramos juntas. Aprendi muito e a relação se tornou cada vez mais fácil e mais antecipada e desejada.

Até que percebi: eu amava. Não podia mais viver sem o objeto do meu amor. Amor verdadeiro, sincero, profundo, infinito. Incondicional também, apesar das inevitáveis mancadas e defeitos do ser amado. Sou dependente da minha amada e preciso dela para ser feliz e entender o mundo. Sou mais ser humano por causa dela.

Meu amor, a palavra. Especialmente quando escrita, para que eu possa admirá-la longamente e conversar com ela.

Happy Valentine´s Day, querida. Perdoe-me os erros de gramática e os lugares comuns que te deformam e saiba que mesmo sendo às vezes amante inepta, sou fiel e amorosa sempre.

3 Comments:

Blogger Lukas said...

Há algum tempo leio seu blog. Acho seus textos super inteligentes. Parabéns!
Dá uma passadinha no meu blog q tem um surpresinha pra vc! Não, não é pra vc comentar, é só uma surpresa bem legal! Pode confiar! rs
Bjo!

2:37 PM  
Anonymous Ana said...

o importante é declarar... pra ficar mais leve e o amor parecer mais bonito quando olhando de longe... bjus e bom carnaval..

11:07 PM  
Blogger Giorgia said...

Linda declaração!

1:45 AM  

Postar um comentário

<< Home